Перейти к основному содержанию
3 passos para implementar a fatura eletrónica
Автор: Eduardo Bentes
on 06 Jan 2019 1:50 PM
  • E-Invoicing

O Decreto-Lei nº 123/2018 de 28 de dezembro 2018, veio definir na legislação nacional novos prazos para a implementação da fatura eletrónica na contratação pública. 

 

Desta forma, todas as entidades e organismos públicos, e fornecedores de bens e serviços da Administração Pública são obrigados a adotar a fatura eletrónica, de acordo com as normas europeias definidas para o processamento de faturas.

Para responder a este desafio e aproveitando a oportunidade de modernizar a sua gestão, recomendamos as seguintes orientações durante a fase de seleção da solução para emissão e/ou receção de faturas  eletrónicas com entidades públicas:

 

1- Prepare os seus sistemas informáticos

As empresas devem preparar os seus sistemas informáticos para a fatura eletrónica, o que significa ter um sistema ágil que se adapte bem a novos requisitos, exigências e atualizações que eventualmente tenham que ser feitas.

Procure uma solução compatível com o seu ERP e que permita de forma rápida e simples, capacitar o sistema de gestão da sua empresa para a emissão e receção de faturas eletrónicas, de acordo com os stantards definidos e com a legislação em vigor, sem necessidade de desenvolvimentos específicos. 

 

2- Conheça as vantagens da Fatura Eletrónica

Não se trata apenas de acabar com o papel. A faturação eletrónica, para além de simplificar o dia-a-dia das organizações, permite:

 

3- Escolha o parceiro tecnológico

Se ainda não implementou o sistema de fatura eletrónica, escolha um parceiro tecnológico de confiança no mercado, de forma a garantir uma transição suave com todos os envolvidos e dentro do prazo previsto.
A questão da segurança  de dados é também um tópico a realçar durante a fase de escolha do parceiro, uma vez que com a digitalização da informação e dos processos, esta passa manifestamente a ter um nível de exigência mais alto. 

A fatura eletrónica veio para ficar e a obrigatoriedade da sua adopção na administração pública vem reforçar a importância para a transparência e gestão dos recursos públicos. Esta é também uma oportunidade para alargar esta solução a todos os clientes e fornecedores que façam parte de cada ecossistema empresarial, e assim abraçar a transformação digital de cada negócio.


 

Eduardo Bentes

Business Development I Alliance & Channel Manager