Coronavírus e a supply chain: reflexos e oportunidades a serviço das operações

Publicado em 20 Abril 2020

coronavirus-supply-chain
ramon-ferreira
Ferreira
Ramon
Responsável Comercial na Generix Group Brazil
Categorias
Supply Chain

Os impactos decorrentes da Covid-19 chegaram a diferentes setores da economia. Mais do que se estagnar nas questões que o novo cenário trouxe, mercado pode vislumbrar as oportunidades, tanto gerenciais quanto operacionais, e contar com a tecnologia como aliada para preparar e manter a cadeia de suprimentos para o fim da pandemia.

A decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de decretar, no dia 11 de março, que o mundo vive uma pandemia do novo coronavírus (Covid-19) trouxe reflexos que vão além daqueles relacionados à saúde. A medida tornou quase impossível dissociar o cenário com as questões econômicas e as atividades produtivas de companhias dos mais variados setores.

É possível identificar hoje no mercado um medo, até certo ponto normal, de realizar novos projetos. Apesar deste receio, alguns setores foram fortalecidos nesse momento, o que pode se tornar uma oportunidade única para o aprimoramento e evolução das cadeias de suprimentos.

Os reflexos imediatos da Covid-19 na Supply Chain

Os primeiros impactos puderam ser sentidos logo no início da crise, momento em que já foi constatada uma expansão operacional, por exemplo, no varejo alimentício devido à histeria pela falta de produtos, o que gerou compras acima da média e redução na demanda de projetos estratégicos nos centros logísticos.

A resolução para os possíveis gargalos variou de companhia para companhia. No caso dos varejistas, uma peculiaridade chamou atenção. Neste segmento, foi preciso a contratação de pessoal temporário a fim de suportar as operações logísticas nos centros de distribuição (CDs) e nas lojas físicas e suprir a demanda por insumos e produtos considerados essenciais.

Prepare e mantenha a Supply Chain estruturado para o fim da pandemia

É fato que a pandemia e o isolamento social deixaram setores estratégicos do negócio em home office e projetos foram postergados. Mas é fundamental que os gestores tenham em mente que esta fase pode ser convertida e tornar-se uma excelente oportunidade para iniciar um planejamento sistêmico da supply chain, modelando ferramentas e realizando testes sem a pressão operacional que normalmente ocorre.

A supply chain está em um de seus melhores momentos para a criação de projetos ambiciosos, sendo importante levar em conta uma série de aspectos para que as oportunidades sejam concretizadas em negócios. Ter uma menor demanda operacional dentro do CD, adotar processos bem desenhados e alinhados, definir uma equipe de projetos comprometida com o objetivo da companhia e focar o negócio nos objetivos e necessidades do time operacional são pontos que devem ser ratificados e estabelecidos.

Tecnologia a serviço da cadeia de suprimentos

Mas como capitalizar as oportunidades? A tecnologia pode ser a resposta, uma vez que as inovações criaram diversas oportunidades, como a velocidade de entrega, controle de estoque e de endereçamento e CDs automatizados. A escolha do fornecedor, porém, é ponto fundamental. Os melhores possuem feedback positivo de seus clientes e inovam, trazendo melhorias sistêmicas e operacionais.

A solução Generix Supply Chain Hub preenche a todos estes requisitos e com a sua aplicação companhias de diferentes setores obtêm os resultados almejados. Tudo isso graças às melhorias realizadas anualmente no sistema que estão em conformidade com as melhores práticas do mercado e aos consultores mais capacitados em logística e que contam com experiência nos mercados nacional e internacional.

Fonte da imagem: Starline/Freepik

Recursos
Show less resources
ficha_de_produto_generix_wms
- 01/08/2018
Ficha de produto Generix WMS

Indústrias, operadores logísticos, atacadistas ou varejistas, seja qual for o tamanho do seus armazéns,  reduzir o custo de suas operações logísticas é fundamental para rentabilidade.

Saiba mais
Mostrar todos os recursos