[Dossiê] 8 Boas Razões Para Mudar Fornecedores de Faturamento Eletrônico

Publicado em 4 Abril 2017

 E-Invoicing-SaaS_solutions-Generix_Group
christophe_viry
VIRY
Christophe
Product Marketing Manager chez Generix Group
Categorias
Dossier
E-invoicing
International
B2B integration
Digital transformation

Com o faturamento eletrônico agora commodity, não há razão para uma empresa ficar bloqueada para usar o mesmo serviço para sempre.  Neste mercado dinâmico, existem inúmeras razões sólidas pelas quais uma empresa deve procurar experimentar algo novo. Neste artigo, resumimos as principais razões pelas quais seria benéfico para você, pelo menos, entreter o pensamento de fazer uma mudança! 

A Necessidade de simplificar serviços

Existe agora um grande impulso para as empresas reduzirem a quantidade de provedores que usam, com o objetivo de consolidar funcionalidades dentro de uma interface acessível. As tecnologias mais recentes estão mais focadas no fornecimento de soluções guarda-chuva que funcionam bem no ambiente de negócios multicanal em constante crescimento, e o faturamento eletrônico é o principal alvo dessas tecnologias. 

Maior foco na expansão dos negócios globais

As empresas agora não estão apenas concentradas em ganhar território local e nacional de negócios, mas também em expandir-se em nível internacional e global. Portanto, qualquer software usado precisa ser capaz de seguir o mesmo caminho. Há também uma necessidade considerável de funcionalidades aprimoradas, especialmente com o estabelecimento de novos canais de negócios. Isso exige que as soluções de faturamento eletrônico sejam mais adaptáveis e flexíveis. A implantação da plataforma CHORUS no setor público francês e outros requisitos de faturamento eletrônico B2G em todo o mundo também estão levando as empresas a buscar novos sistemas. 

Insatisfação do cliente em jogo

Com a quantidade de soluções maduras disponíveis no mercado, a falta de atendimento ao cliente e a capacidade de resposta não precisam mais ser toleradas. Se uma solução de fatura eletrônica existente não puder ser adaptada de maneira eficiente a uma empresa em crescimento ou se os termos do SLA estiverem criando conflito em uma base contratual ou comercial, os clientes agora poderão procurar em outro lugar algo que funcione melhor para eles. 

As tentativas de um sistema desatualizado ou com falha

Como acontece com qualquer tipo de software, se não for mantido corretamente, rapidamente ficará desatualizado. Sistemas de faturamento eletrônico mais antigos podem não ter a flexibilidade de serem atualizados regularmente, e os contratos de manutenção podem expirar sem mais aprimoramentos. Os provedores podem desaparecer do mercado ou serem adquiridos por outras empresas, deixando seus clientes com software desatualizado e com pouco ou nenhum suporte. Esses sistemas geralmente acabam custando mais a longo prazo do que a integração de uma nova solução de faturamento eletrônico SaaS

Um impulso para reduzir custos

Como todos sabemos, muita tomada de decisão se resume a preço. Qualquer empresa vai ver como eles podem reduzir custos, especialmente quando se trata de manutenção de sistemas. Com tantas outras soluções sendo oferecidas como SaaS, e dada a falta de competitividade nos preços de um fornecedor atual, as empresas rapidamente procurarão em outro lugar por uma solução de faturamento eletrônico mais adaptável e competitiva. Basicamente, existem agora soluções SaaS mais funcionais e econômicas disponíveis. 

A questão da rápida implantação

Uma revisão do sistema costumava trazer meses de preocupação com a implantação, mas atualmente os provedores de faturas eletrônicas podem oferecer soluções rápidas de inscrição e implantação. Além disso, eles também podem fornecer cobertura global expandida, maneiras de integrar interna e externamente com outras soluções ou tecnologias e tempo de inatividade e treinamento mínimo ou mesmo zero. 

Permanecendo em conformidade

Sistemas mais antigos e inflexíveis podem não conseguir acompanhar os requisitos nacionais e internacionais de compliance e auditoria, o que é cada vez mais importante agora que mais governos estão adotando leis obrigatórias de faturamento eletrônico e fatura eletrônica. Os certificados eletrônicos RGS 2 e as trilhas de auditoria eletrônica são agora a norma e não a exceção, e os sistemas precisam ser capazes de integrá-los. Os cofres digitais também devem seguir as leis específicas do país e ser capazes de se adaptar às leis internacionais, se necessário. 

Migração de software não é mais uma necessidade 

Não há mais necessidade de um sistema interno volumoso. Provedores de faturamento eletrônico estão oferecendo soluções SaaS fáceis de instalar e acessíveis. Essas soluções também oferecem funcionalidades inovadoras, como portais, serviços de arquivamento digital, sistemas eletrônicos de gerenciamento de ativos etc. Basicamente, as vantagens de mudar os provedores de faturas eletrônicas não afetam apenas a maneira como a empresa opera hoje, mas também amanhã.  

Agora é a hora de olhar para as vantagens que o seu atual cliente de faturamento eletrônico fornece e compará-las com o que o mercado tem a oferecer a você. Este mercado está em franca expansão e todos devem aproveitar as soluções inovadoras e os custos mais baixos que o acompanham! 

Para mais informações sobre os desenvolvimentos interessantes no mercado de faturamento eletrônico, aqui!