Pular para o conteúdo principal
SaaS cloud computing
Por Christophe Viry
on 19 Apr 2019 5:00 AM

O mercado de aplicações SaaS está crescendo atualmente. Para atender às demandas cada vez mais altas dos usuários e oferecer melhor assistência, os desenvolvedores de soluções devem estar "afiados" na tecnologia. Mas como podemos explicar essa tendência de cloud computing? Aqui estão sete fatores-chave que levam as empresas a migrar seu EDI para o SaaS.

 

1/ Um uso generalizado de soluções baseadas em cloud

Hoje, as empresas optam por usar soluções baseadas em cloud para reunir habilidades. No modo SaaS, um provedor externo especializado cuida das tarefas de manutenção da solução de TI. Esse método é muito mais simples do que gerenciar internamente uma plataforma de EDI.

 

2/ Des experts EDI difficiles à recruter, puis à occuper 

Tornando-se cada vez mais escassos no mercado de trabalho, os especialistas em EDI precisam lidar com cargas de trabalho que variam consideravelmente de acordo com o período. Empresas que têm dificuldade em preencher essas posições naturalmente optaram por operações no modo SaaS. Dessa forma, eles podem se beneficiar de uma equipe técnica baseada em um modelo agrupado configurado pelo operador.

 

3/ A necessidade indispensável de modernização

Quando os contratos de serviço chegam ao fim, as empresas geralmente aproveitam para atualizar suas soluções de software. Eles aproveitam ao máximo esse período de transição para atualizar seus processos. Hoje, é melhor migrar seu modo EDI para o modo SaaS e adicionar, por exemplo, recursos para transferência de arquivos ou gerenciamento de API

 

4/ Ampla gama de soluções e serviços mais maduros

Dentro de um contexto em que os catálogos de soluções e serviços estão se expandindo e se tornando mais maduros, as empresas são mais frequentemente demandadas pelos provedores de SaaS. Na verdade, eles frequentemente questionam a longevidade de suas soluções e acabam mudando a tecnologia para se manterem competitivas.

 

5/ O modo SaaS para cumprir os regulamentos de segurança e faturamento

Hoje, as empresas precisam cumprir muitas regulamentações no ambiente digital (e-invoicing, arquivamento eletrônico ...). Ao trabalhar com provedores de serviços terceirizados aprovados e certificados em sua área de especialidade, as empresas podem delegar suas responsabilidades e se concentrar na atividade principal de seus negócios. Esta é uma forma de os executivos obterem a garantia de que os serviços, definidos no âmbito de um contrato, são adequadamente executados.

 

6/ A crescente complexidade da integração tecnológica

Com o rápido desenvolvimento de tecnologias inovadoras como API, segurança, blockchain, devemos admitir que a integração se tornou cada vez mais complexa para as empresas entenderem. Softwares e aplicativos de terceiros proporcionam às empresas o privilégio de se beneficiar da assistência profissional para suas atualizações tecnológicas.


Para saber mais: A blockchain vai substituir o SaaS?

 

7/ Serviços de ponta sempre precisam de mais capacidade de processamento

O modo SaaS é uma grande vantagem quando se trata de adaptar serviços às necessidades. Graças ao SaaS, as empresas podem ter certeza de que terão capacidade suficiente e contínua de processamento de dados. Eles também podem atualizar seus serviços sem ter que mudar constantemente de equipamentos.

 

Mais fácil de gerenciar do que os EDIs em modo licença, as soluções de software no modo SaaS são tão escalonáveis quanto permitem que as empresas se libertem de muitas restrições e responsabilidades. Essa enorme vantagem está integrada às soluções da Generix Group para ajudar as empresas que buscam atualizar seus processos e permanecer no jogo, dentro de um contexto marcado por constantes mudanças tecnológicas. Quer saber mais? Entre em contato com nossos especialistas agora!

 

Entre em contato com especialistas B2B da Generix Group

 

Source image à la Une : Flickr Creative Commons – Chris Potter

Christophe Viry

Expert in EDI, Software integration, e-invoicing…