Generix foi nomeada no 2024 Gartner® Magic Quadrant™ para Warehouse Management Systems (WMS) pelo sexto ano consecutivo. Veja o comunicado de imprensa

Armazém
February 23, 2021

Picking com posterior packing: a logística enxuta e os reflexos na produtividade

A realização de processos logísticos, e muitos deles efetuados de maneira contínua, deve, em sua maioria, ou quase na totalidade, seguir uma ordem lógica. A sequência garante a operacionalidade e a correta realização das tarefas. Em determinadas áreas, ou setores, a padronização das ações é ainda mais importante. No processo de picking com posterior packing, então, figura como essencial.

Artigo

E quando os processos são relacionados ainda mais. Antes, porém, vamos entendê-los. O processo de picking & packing consiste na realização da coleta dos produtos vendidos e logo em seguida realizar o packing, que é a embalagem da mercadoria para ser despachada para o transportador. Cada empresa, de acordo com seu porte e sua operação, propõe um método de picking & packing estabelecendo critérios segundo as suas definições de processos.

São algumas etapas a serem consideradas. No início, o processo consiste na separação dos produtos vendidos. Aqui, o operador realiza a coleta dos produtos que foram vendidos e posteriormente, após a coleta, realiza a embalagem do produto final.

Identificação das necessidades como ferramenta para a correta aplicação

A ordem lógica das operações realizada de maneira eficiente garante o destaque das companhias organizadas frente às demais. Isso porque, o diferencial dentro do trabalho de picking & packing está no fato de que, dependendo do tipo de operação, a empresa que utilizá-lo pode computar um ganho de 50% na velocidade do processo.

Há uma explicação para este índice. A atividade bem definida estabelece que o mesmo operador que realiza o picking irá efetuar a embalagem para o produto ser expedido pela transportadora. A capacidade produtiva dos pedidos aumenta, pois o mesmo profissional pode preparar diversos envios ao mesmo tempo, sem perder a acuracidade da tarefa.

Vale ressaltar que o picking & packing deve ser aplicado no processo de separação da logística, especialmente em operações de e-commerce ou de marketplace (venda de produtos por terceiros), que possuem um número de vendas muito grande. Com o processo estabelecido não é necessário tratar os pedidos individualmente uma vez que se pode selecionar uma grande quantidade de pedidos e trabalhá-los de forma automatizada.

Equipe organizada e estrutura robusta na solução de intercorrências

É necessário, contudo, ficar atento a alguns pontos e eles estão ligados à organização da operação, já que o picking & packing consiste em realizar a embalagem com o produto final e sua Nota Fiscal (NF). É preciso, então, que as etapas estejam bem desenhadas para que não haja nenhuma incoerência na hora de enviar os itens aos clientes.

Como todo o processo de logística, gargalos podem aparecer, principalmente se existir uma lentidão na troca de informações. Uma vez que o picking & packing é um processo para diminuir o tempo de preparação, caso falte alguma informação (NF e dados do cliente para etiqueta) ou insumos (embalagem e fitas) pode ocorrer morosidade no processo.

Aplicá-lo corretamente minimiza as incorreções. Importante, portanto, que sejam realizados acompanhamentos com as equipes destinadas à operação e treinamentos devem ser aplicados para que o operador responsável pela ação tenha a capacidade de solucionar eventual problema que apareça. Definir uma boa estrutura de rede e trocas de interfaces também contribuem para que as informações não sejam perdidas.

Sistemas específicos auxiliando a gestão da coleta e embalagem

Já a tecnologia figura como principal ponto para garantir a acuracidade do processo. O WMS, por exemplo, deve ser capaz de gerenciar multitarefas ao mesmo tempo. O software da Generix tem a inteligência de montar, de acordo com a necessidade do cliente, os melhores processos para picking & packing, diminuindo o tempo de preparação, selecionando os pedidos de forma automatizada e garantindo e validando as informações cedidas ao usuário.

São outras as vantagens que o processo gerido por um sistema de excelência possui e vão desde a redução da mão de obra até a diminuição do prazo de entrega para o cliente final.

O importante para uma boa aplicação de picking & packing, conclui-se, é definir o método de negócio da empresa e quais são seus objetivos e clientes finais a fim de realizar uma boa organização e planejamento do processo. Deve-se, ainda, levar em consideração desde como o pedido é recebido pelo fornecedor até o método de entrega que será utilizado. Finalizando, importante reforçar que uma boa comunicação entre vendas, logística e transporte no processo de picking & packing traz ganhos de produtividade para as três áreas.

Procurar mais recursos

Pronto para otimizar o fluxo de mercadorias + dados em sua cadeia de suprimentos?

Trabalhe com nossa equipe para criar sua pilha ideal de software de cadeia de suprimentos e adaptá-la às suas necessidades comerciais exclusivas.