Generix foi nomeada no 2024 Gartner® Magic Quadrant™ para Warehouse Management Systems (WMS) pelo sexto ano consecutivo. Veja o comunicado de imprensa

Indústria/Manufatura
January 4, 2024

Casa do Aido (Portugal)

Produtora nacional de ovos biológicos, conta com a tecnologia EDI e Fatura Eletrônica da Generix para ganhar eficiência, rigor, controle e velocidade operacional.

Use Case

Breve Introdução à Casa do Aido

Pioneira em Portugal na produção de ovos biológicos, ao ar livre e no solo, a Casa do Aido é uma empresa familiar fundada, em 1957. Há 65 anos, quando a história desta empresa começou, tinham apenas 200 galinhas, uma produção simples e as transações eram feitas na hora. Desde então, o negócio floresceu e atualmente a Casa do Aido possui cerca de 500 mil galinhas, aviários espalhados por várias zonas do país e recebe encomendas das maiores empresas de distribuição de Portugal, nomeadamente a Sonae, o El Corte Inglés e o Pingo Doce.

Neste momento, a Casa do Aido emprega cerca de 75 pessoas, distribuídas pelas áreas de produção, classificação e embalamento de ovos, logística, comercial e administrativa. Em 2014, aumentaram o Centro de Inspeção e Classificação de ovos, passando de 30 caixas por hora para 300 caixas por hora. Este salto foi possível com o apoio da tecnologia, nas várias áreas da empresa. Na vertente de distribuição e logística, a implementação do projeto EDI da Generix permitiu eliminar as burocracias relacionadas com os pedidos de encomendas da grande distribuição e facilitou a transação eletrônica de faturas.

Da Casa do Aido para as prateleiras do supermercado

Ao Centro de Inspeção e Classificação de ovos da Casa do Aido chegam, de dois em dois dias, os ovos produzidos nos pavilhões, para passarem por um rigoroso processo de inspeção, classificação e embalamento.

É também ao Centro de Inspeção e Classificação que, todos os dias, chegam as novas encomendas feitas pelos operadores de distribuição. Nesta fase, tendo em conta o número e o tipo de ovos produzidos, as quantidades são alocadas às encomendas dos clientes.

“A partir daí, emitimos a guia de remessa e mandamos toda a informação, via EDI, para o cliente, mantendo as faturas todas eletrônicas”, afirma Luís Almeida e Costa, Administrador da Casa do Aido. A Generix faz, assim, a ponte de ligação entre a empresa e os clientes, bem como a reposição das faturas.

Antigamente, as encomendas e faturamento eram processos demorados. Atualmente, é tudo muito rápido. Passamos a trabalhar com arquivos (em vez de documentos e faturas em papel) e sabemos logo qual será o valor de faturamento e quando vamos receber. Não temos que fazer contas. Desde que o sistema foi implementado, é tudo muito fluido. Não nos dá preocupações nenhuma. Luís Almeida e Costa Administrador Casa do Aido

O projeto em detalhes

Tudo começou em 2013, com um projeto ambicioso: a Casa do Aido e a Generix dispunham de um mês para assegurar a implementação de um projeto EDI para a transação eletrônica de encomendas e faturas com as insígnias Sonae, Pingo Doce e El Corte Inglés.

O elevado volume de encomendas destas redes de supermercados e respectiva emissão de faturas exigiam uma maior organização e agilidade de comunicação. Era, ainda, essencial fazer a ponte da tecnologia EDI com o software de gestão utilizado pela Casa do Aido (ERP SAGE X3), de forma a garantir que todas as comunicações efetuadas (documentos comerciais, logísticos e financeiros transacionados entre a Casa do Aido e os seus clientes) fossem integrados na gestão de processos da empresa.

As soluções Generix implementadas foram o EDI e a Faturação Eletrônica.

Não tardou até começarem a aparecer os benefícios. Melhorias no planejamento das encomendas e apoio tecnológico importante para que a Casa do Aido agilizasse a comunicação com operadores e obtivesse maior controle, previsibilidade e rastreabilidade de pedidos e faturas.

O negócio da Casa do Aido expandiu-se e o projeto EDI acompanhou esta evolução. Das primeiras três insígnias com fluxos EDI, hoje em dia a Casa do Aido transaciona encomendas com 15 operadores e faturas com 13 operadores.

Confira os principais benefícios obtidos:

Principais números

  • 20.000 documentos transacionados
  • 15 operadores (Grande Distribuição) com fluxos de encomendas EDI
  • 13 operadores (Grande Distribuição) com fluxos de faturamento EDI
  • 8% de quota de mercado de ovos biológicos, ao ar livre e no solo

Soluções utilizadas

Saiba mais sobre as soluções apresentadas neste case

Antigamente, as encomendas e faturamento eram processos demorados. Atualmente, é tudo muito rápido. Passamos a trabalhar com arquivos (em vez de documentos e faturas em papel) e sabemos logo qual será o valor de faturamento e quando vamos receber. Não temos que fazer contas. Desde que o sistema foi implementado, é tudo muito fluido. Não nos dá preocupações nenhuma.

Luís Almeida e Costa
Administrador, Casa do Aido

Procurar mais recursos

Caso de Sucesso
04/01/2024
Grande distribuição

Il Gigante Itália

Escolheu o software WMS da Generix Group para o gerenciamento logístico da dark store dedicada ao e-commerce

Caso de Sucesso
04/01/2024
Indústria Alimentar

Ferrero França

Uma Supply Chain que nunca responde 'impossível' aos seus clientes

Caso de Sucesso
04/01/2024
Saúde

Chu Montpellier

Gerencia 30 milhões de intercâmbios entre aplicativos com o Generix TradeXpress

Pronto para otimizar o fluxo de mercadorias + dados em sua cadeia de suprimentos?

Trabalhe com nossa equipe para criar sua pilha ideal de software de cadeia de suprimentos e adaptá-la às suas necessidades comerciais exclusivas.